House – Unwritten (Beware: spoilers!)

Uma escritora a la J.K Rowling (Amy Irving, aquela que fez um filme com o Antonio Fagundes) sofre uma convulsão pouco antes de se matar. House só aceita a paciente porque é fã de seus livros sobre um detetive adolescente. (Sério, se ele não fosse O cara, quem suportaria uma pessoa fã de novelas ruins e livros adolescentes? Me explica…) Ela conta para House que a série de livros acabou. Mas ele quer curá-la para que ela continue a história.

O final foi bem previsível… mas bonitinho. E quando a gente achava que House estava amolocendo, ele volta a ser o sacana que tanto amamos.

E, enquanto isso, ele se preocupa por não ter nada em comum com Cuddy. Só para agradá-la, marca um encontro com Wilson e Sam (a Libby de Lost) em uma pista de kart. A Libby, quer dizer, Sam acha que vai ganhar o melhor prêmio do mundo e tira quase todo mundo da pista, mas a risada maléfica de House é brilhante e no final, é obvio, ele ganha a corrida, além de nunca mais poder ir no lugar. Cuddy fala pra ele parar de se preocupar e não ficar medindo palavras para discutir relação com ela. (Não sei não, mas tou achando cada vez mais que ela é a macha da relação, viu?)

O que vem por aí!

Massage Therapy: Mistérios e mais mistérios com uma paciente com um passado sombrio, Margaret McPherson, que dá entrada no hospital pois não para de vomitar. É neste episódio que Amber Tamblyn, a Joan of Arcadia, chega para substituir a Thirteen e House a trata com desprezo (really?!). E prepare-se para uma ceninha de ciúmes de Cuddy graças a massagista de House.

1 comentário

Arquivado em Televisão

Fofocas de Glee

O que vem por aí!

Kristin dos Santos, da E! e que tem o meu emprego dos sonhos, conversou com Ryan Murphy sobre as novidades dos próximos episódios:

– Jesse, Jonathan Groff, voltará ano que vem! E nos últimos NOVE  episódios. (Sou muito mais ele que o Finn, especialmente depois da apresentação de Another One Bites the Dust e Bohemian Rhapsody.)

– Ele ainda não decidiu de John “tio Jesse” Stamos passará ao posto de regular na série, mas está adorando o ator.

– Apesar da boataria que gira em torno do tão aguardado episódio pós Super Bowl, eles ainda não chegaram a nenhuma decisão, ou seja, não acreditem nos boatos. Ele quer alguém que ninguém esteja imaginando.

Deixe um comentário

Arquivado em Televisão

Apanhadão de séries

A correria da semana passada e do fim de semana me impediu de escrever aqui sobre cada série. Então, acho que até será mais fácil fazer um apanhadão do que aconteceu na semana, não é? Vamos lá então:

Modern Family – The Kiss

A vontade de ver a série só surgiu depois de eles ganharem o Emmy, mas suuuper valeu a pena!

No segundo episódio, o tema central foi a “vergonha” que Mitch sentia em expressar seus sentimentos em públicos, como beijar o marido na frente das pessoas, culpa vinda por causa de seu relacionamento com o pai. A bonitinha da Alex também estava passando pelas fase do primeiro beijo. A cena mais bonita da noite foi certamente quando todos se reconciliam e no fundo se vê Cam e Mitch se beijando ao fundo, um beijo meigo, mas cheio de amor.

Grey’s Anatomy – Shock the System

Meredith ainda no dilema de dizer ou não dizer ao Dereck sobre o aborto. E Christina se sentindo perdida depois do casamento. Owen e Teddy convencem o Chief que Christina está pronta para voltar ao batente, mas veem que é mentira quando ela se assusta com uma bandeija que cai no meio a cirurgia. E quem salva Christina? Claro que é a Mer. A amizade das duas pode ser “dark and twisted”, mas é linda. E Owen fazendo aquele discurso no final quase rouba o lugar de McDreamy nos nossos corações. (Eu disse QUASE, não se preocupe…)

Fringe – The Box

O segundo episódio foi no “nosso mundo”. (E essa será a ideia: um episódio lá, um episódio cá. Mas espero que não dure muito. Já cansei da Olivia do mal) A Bolivia (prefiro Olivia do mal) recebe várias informações da Olivia de verdade e começa a estudar para se parecer com ela psicologicamente. Eles encontram uma caixa que faz parte do projeto maligno do Walternate (esse nome sim… bem mais legal!) que tem uma frequencia de música que mata pessoas. E quem salva o dia e Peter/Pacey… porque ele pode e é tudo de bom! hehehe

Brothers & Sisters – Brief Encouter

Luke (também conhecido como o visinho sexy de Samantha no primeiro filme de Sex and the City) agora é um modelo todo gostosão e há uma festa de lançamento da sua campanha. Paige fica toda-toda que agora ela tem um padrasto daqueles, o que faz com que Sarah fique com ciúmes. Kitty ainda está no limbo do pós-morte do marido. Kevin e o fofo do Scotty consguem ajudar Mateo a reencontrar a vó. Thumbs up para Justin ajudando Holly relembrar da filha. (Não gostei dessa storyline pra essa temporada. A Holly poderia ser explorada de outra maneira…)

Deixe um comentário

Arquivado em Televisão

Esmalte da semana: papa-paparazzi!

Esse azulão Paparazzi da Impala é a coisa mais rica e “precious” da vida. No sol ele brilha tanto…

Esta é a segunda vez que eu passo esse esmalte, mas na primeira eu não aguentei esse azul por muito tempo. Primeiro porque ele começou a lascar rápido, segundo porque os brilhinhos foram se perdendo e estava parecendo que eu tinha passado caneta bic na unha.

Desta vez está durando mais. Um extra brilho e eu bem consigo passar o resto da semana com ele brilhaaaaando e sem lascar.

Ideias para a próxima semana? Aceito sugestões…

1 comentário

Arquivado em Esmalte da semana

Gold feelings…

Não sei porque, mas já fui dormir com vontade de ir trabalhar com um olho num mix de dourado e preto. O problema é que uma das minhas sombras preferidas douradas é daquelas soltas da Contém 1g (estou sem o nome dela), que se descuidar por um segundo, a bochecha também entra na dança da sombra. Aí tive a ideia de usar uma outra sombra, também dourada da Avon mas que é cremosa (Swirl ouro da Colortrend), como base para o pó. E não é que a bendita segurou tudo?! Depois de 10 hrs, quando cheguei em casa o dourado estava lá, intacto! Ai que orgulho da sombra! E o legal é que a sombra preta que eu usei no côncavo era opaca, mas o brilho ficou…

Pra arrematar, escolhi um batom da Natura (Rosa mania, da Faces Zip) que é um rosinha tão delicinha.

Deixe um comentário

Arquivado em Esmalte da semana

Comer, Rezar, Amar… e ter paciência

(Vou arrumar minhas malas e me mandar para a Itália…)

Primeiro, um relato da Odisseia para ver o filme: Lembram que no post de sexta que eu disse que iria no sábado ver o filme? Pois bem. Fui eu lá toda linda e pronta no Cinemark do Shopping Pátio Paulista e, uma hora antes do filme, já não tinha mais ingresso. Acabei encontrando minha prima no caminho e resolvemos ir para casa. No domingo acordamos felizes e cívicas (pra ir justificar…). Depois disso, fomos no Shopping Bourbon, que era o mais perto. Adivinhem? Tinha ingresso só pra última sessão, daí 5 HORAS! Quisemos tentar no Cinemark Higienópolis. Minha prima, muito inteligente que é, conseguiu o telefone de lá e ligou para perguntar se tinha ingresso. E?! NÃO TINHA PARA MAIS NENHUMA SESSÃO! Mas, como somos brasileiras e não desistimos nunca, nossa próxima tentativa foi no Bristol do Center 3. Tinha uma filinha considerável. Mas como a gente não é palhaça e não estávamos de brincadeira, conseguimos comprar os ditos dos ingressos, a pipoca e o refrigerante!

Mas, voltando ao filme…

Ainda não tive a decência de ler o livro, mesmo ele estando na minha cabeceira desde agosto… mas nunca dá tempo. Olha, saí de lá com vontade de vir pra casa e devorar o dito cujo.

Julia Roberts está incrível (sou meio suspeita pra falar, não consigo imaginar um filme que ela esteja realmente ruim…). Lis Gilbert tem uma crise de 30 que qualquer mulher adoraria. Como o casamento dá errado, o namoro não tem futuro, ela resolve largar tudo e sair durante um ano por aí. (Quem tem contas pra pagar, né?). O visual do filme é deslumbrante. A gente queria o que né, com Ryan Murphy por trás, o querido que trouxe Britney e Maddona para Glee, uma coisinha mais tosca? Nananina não. As cores da Índia (que está mais para Quem quer ser um Milionário? do que para Caminho das Índias) saltam da tela. Bali também não fica atrás não. Aquele mar encanta até quem não é lá muito fã de praia.

Seu primeiro pit-stop, nas Itália, dá água na boca o tempo todo: pizza em Nápoles, massas e mais massas, e um professor de italiano que benz a Deus! E o visual então?! Lindo, lindo, lindo!

A parte na India é bonita, mas meio paradinha (acho que é porque eu mesma não teria paciência de ficar meditando. Tentei yoga por um tempo e não rolou meeeesmo). Mas o bate papo dela com o companheiro do Texas é de tirar lágrimas.

Agora a parte de Bali é o chocolate Lindt da experiência gastronômica…

(E aê?!)

Javier “Deus Grego” Bardem é uma miragem da vida. Mesmo ele tendo aprendido o português dele no filme (o personagem, Felipe, é brasileiro) com o povo daquele episódio de Lost, não dá pra reclamar. (Fala a verdade, se ele fizesse um cara da suécia, a gente ainda ia ficar suspirando, mesmo sem a cara nórdica…). O encontro de duas almas perturbadas e aquele lenga-lenga de “ai, meu coração foi partido uma vez, tengo medinho que isso aconteça de novo” não deixa o filme chato. E se Javier disser que te ama, você larga tudo, eu repito, TUDO o que você está fazendo e vai passar uma semana com ele em uma ilha deserta com noite calientes sem fim. Fica a dica!

(Agora é tomar vergonha na cara e aproveitar o feriado para ler o livro…)

Deixe um comentário

Arquivado em Cinema

Morrom nosso de todo dia

Ontem de manhã, enquanto tomava café da manhã e assistia Mais Você (eu sei… mas é meu programinha matinal, sempre vejo 5 minutos). A Ana Maria está quase sempre com o dito do olho com o esfumadinho marrom, e estava tãão bonito… que me inspirei e resolvi fazer um olho basiquinho marrom.

Usei:

Quarteto de sombra expresso True Color Avon, cores marrom na pálpebra móvel e café no côncavo e um pouco acima.

Duo de sombras Esteé Lauder, ganhei da minha tia querida e ele já está nos últimos suspiros, a cor mais clarinha para o canto interno do olho e embaixo da sobrancelha.

Duo de sombras e blush da Natura, usei o marrom para faze aquele “v” deitado no canto externo e o blush.

Para os lábios, queria algo sem muito brilho, então escolhi o batom cor 43 Aquarela Natura, que tem um toque meio alaranjado, mas fica bem básico.

Meu bom e velho delineador, lápis preto, rímel e voilá!

1 comentário

Arquivado em Makeup do dia